Projetos

Como a Beauty’in criou uma nova categoria

Beauty'in
De cara, percebemos que precisaríamos criar uma nova categoria de produtos: os “aliméticos®”.

Será que é possível tratar da sua pele apenas comendo uma deliciosa bala ou se refrescando com uma bebida super nutritiva? O que parecia impossível de se imaginar, começava a tomar forma na cabeça da incansável empreendedora Cristiana Arcangeli.

O desafio estava claro: como unir o prazer de se alimentar, com os benefícios das vitaminas e a tecnologia e funcionalidade dos cosméticos.

O nome “aliméticos®” pode até soar diferente, mas fazia parte do desafio de entender e educar o consumidor sobre novos jeitos de cuidar da sua rotina de beleza e bem-estar.

Para isso, ouvimos médicos, cientistas, jornalistas especializados e diversos formadores de opinião. Fizemos uma pesquisa global envolvendo nossos escritórios de Tóquio, Paris, Londres e Nova York sobre as tendências desse mercado que, ainda que incipiente, começava a ter consumidores cada vez mais conscientes e ávidos por novidades.

O insight que tivemos na construção dessa nova marca se apoiou em uma verdade muito simples: “a beleza nasce de dentro pra fora através de uma alimentação balanceada e saudável”.

O primeiro ponto de contato da marca, seu nome, também foi um grande desafio, tendo em vista as restrições do mercado alimentício. Beauty’in provou ser o nome perfeito que agregava os benefícios cosméticos ao produto de maneira direta e universal.

Para a criação da identidade visual, nossa inspiração foi a elegância do universo visual dos cosméticos somada a uma linguagem dinâmica e alegre, pautada em formas orgânicas que refletem a funcionalidade e performance de cada produto. 

Beauty’in já está presente nos principais mercados do mundo com mais de 10 linhas de produtos e, desde a sua criação, recebeu mais de 20 prêmios de inovação.

Atualmente, a marca começa a expandir sua atuação para outros segmentos.

Beauty’in inaugurou uma nova categoria de produto no mercado brasileiro, os "aliméticos®"
Sua marca precisa se expandir para novas categorias?
Vamos conversar